Notar.

Não é algo que eu queira, as pessoas não pedem por holofotes quando a única coisa que evidenciariam seria algo potencialmente desastroso. Caso fale sozinha, deverias tratar-te, estar frente à uma internação, igualmente se não és uma só, lida com uma variedade na prisão de seu corpo. Acostuma-se com a invisibilidade, o que não lhe confere uma invencibilidade, não é disso que se trata a impenetração. Trata-se da privação de sentimentos ou qualquer coisa do tipo, supostamente.  Aqueles que você buscaria, uma pessoa normal em seu juízo perfeito, dotada de razão. Onde seria sociável e extrovertido, caso aquilo que enfrentas é a reclusão. Não és assim, certifica-te de estar distante o bastante, ignorante o suficiente para não dar ouvidos, ser estúpida contigo mesma, não saber que estás indefesa ou que há uma vulnerabilidade. Não se conhece, não sabe o que busca ou lhe apetece. Não responde, pois não faz mesura de saber o assunto, tampouco se teria um ponto, uma ligação, em sua escassa, cultura.

Os outros não a notariam, ela não estaria ali. Mas, os outros a veriam e ela estaria ali? Quão substancial isso pode ser e quão ilusório és? Quando sonha, é como todos os outros? As cenas que lhe são conferidas não passam mesmo disso, cenas? Cenas apagadas e inibidas, com uma morbidez apenas capaz de se perceber quando a nitidez se declara, surpreendentemente, falha? Quando agoniza em inércia, arfa de pavor mas nenhum som lhe é conferido? Quando não respira, mas apenas é seu pulmão que recusa o oxigênio pois estás apenas de olhos fechados?

Convenhamos, há por ventura, algum momento em que os olhos se abririam, ela despertaria ou, mesmo que o fizesse, isso de fato indicaria alguma mudança? A negação é irrefutável.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s