Ne Me Quitte Pas.

Há uma evidente diferença gritante entre deixar e ser deixado. Há uma diferença que se faz presente em sua coagulação, abre suas feridas, lhe arde a face anunciando sua chegada e então partindo, incapacitando suas entranhas de se conterem e impedindo seu ‘coração’ de lhe escapar as costelas e atravessar sua carne para ir atrás desta, que lhe deixou ali, a beira de um colapso. Com os ossos expostos, com o orgão arrancado, com o buraco aberto e sem nenhuma previsão de estancar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s