Come and Go.

B: O que nós vamos fazer? Está piorando. Eu não tenho mais controle. Eu começo a pensar em coisas e é como se eu estivesse fazendo. E eu tenho pensado em coisas que você não gostaria, de verdade. Eu me vi pulando da janela três vezes. E então comecei a considerar como seria o trem passando pelo meu corpo e quebrando os ossos. Isso não está certo. Mas eu não consigo me importar, ninguém aqui o faz. E não é como se você pudesse fazer algo, mas eu acho que preciso entender alguma coisa antes.

E: E agora? Eu me importo, você sabe. Por mim você estaria aqui.

B: Mas eu não sei se estaria diferente. Eu fiquei assim quando estava aí também. Só que ia e vinha. Eu começo a repetir ‘I feel nothing’ e então é como se eu não sentisse, e então eu começo a ficar desesperada, porque eu sei que deveria sentir. Mas eu tenho medo. Se eu não parar e realmente não sentir, eu não vou mais estar aqui, vou?

E: Eu queria ter todas as respostas e soluções na ponta da língua. Juro. Mas tudo o que eu tenho para oferecer é minha companhia, e meu silêncio.

B: Mas eu estou com medo do silêncio também.

E: O que eu posso fazer?

B: Eu não sei. E o que eu posso fazer?

E: Você poderia procurar ajuda profissional e mandar a conta pra sua mãe.

B: Não quero.

E: Então, não sei. Eu acho que a palavra certa sobre o que eu acho disso é saturação. Eu não penso em desistir de você. Nunca. Mas as ideias pulam da janela, quando cogito alguma coisa. Se existe algum limite pra isso, ultrapassamos ele a alguns quilômetros. Você sabe que eu não quero te perder. Mas é como se eu já tivesse perdido. É como se você estivesse cortando todos os laços que algum dia fizemos, e ao mesmo tempo tenta se convencer de que os quer atados. Eu não te entendo mais. Você pede ajuda, mas sabe que não quer. A única coisa que você quer é me confortar, fingindo que se importa. Eu só me pergunto: é sua forma de me dizer adeus?

B: Tá. Desculpe incomodar… Eu me pergunto a mesma coisa.

E: Não está incomodando. Se estivesse, eu teria falado. Eu só queria saber o que dizer. Saber o que fazer. Mas eu juro que não sei. É a mesma situação de alguém que cai de joelhos no meio do nada. Estava bom enquanto você estava aqui. Eu queria que voltasse. Mas eu já não sei o que realmente é real pra você. Parece tudo uma sopa de mentiras e verdades. Tudo o que você diz sai disfarçado. Ou eu estou mais paranóica que o normal.

B: Não, é mesmo isso. Eu não sei mais onde eu estou. Antes era só as vezes… Eu me perguntava o que era ou não real. Mas agora é a cada maldito instante. Nada mais faz sentido e nada mais parece real. Eu não sei o que é real. Eu não sei como deveria ou não ser. Eu não sei diferenciar. Eu estou com medo, mas eu não sei se é real. Isso é automático. Quando se está em pânico, o corpo produz isso. Eu não sei quem está me traindo, se sou eu ou o meu corpo. É isso de ser humano, eu não entendo.

E: Mas o problema é que isso é exatamente o que você buscou. Você não quer mudar. Você não quer ajuda. Você não quer estar aqui. O que você quer está acontecendo. Teve vezes em que pensei em dizer coisas como ‘Fique mais alguns dias pra ver os filmes da saga. Ou pra ver se eu consigo aparecer em algum.’ Coisas toscas. Algo como o desespero invadindo as chantagens.

B: É, eu penso essas coisas também… Mas dura tão pouco. Eu não tenho mais o controle, entende? E agora é como se eu nunca tive. E eu não sei o que isso deveria significar.

E: Tem vezes em que eu sinto vontade de te bater. HDUISAHOI

B: É.

E: Eu queria que isso passasse.

B: Mas não é como se fosse acontecer, nós sabemos.

E: Eu odeio ver você sofrendo. Se eu pudesse, pegaria tudo pra mim. Só pra te deixar em paz.

B: Você sabe que eu nunca permitiria isso.

E: Se tivesse como, eu a obrigaria.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s