I don’t wanna lose you. Completely. (via whatever)

O que mais pode doer? Eu nunca achei que poderia querer desistir de algo que amo mais do que imaginei amar. Eu sempre quis proteger tamanha perfeição que me foi dada pelo destino. Era minha. Só minha. Porque não continuou de tal maneira? Não, a dor não é minha. Mas é como se fosse, já que pertence ao que é meu. Ou há deixado de ser? Parece-me que sim. Parece-me que algo mudou, mas as coisas continuam as mesmas. Os mesmos medos, as mesmas aflições … Read More

via whatever

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s