Repetições.

Ela ainda estranhava como um edredom que pendia da cama de cima até o chão, formando uma parede que a separava do resto do quarto, lhe passava aquela segurança assombrosa – ainda que soubesse ser inexistente, o que a amedrontava. Ela gostava da forma que aquilo fazia parecer uma barreira, uma camada que a encobria e de alguma maneira, uma vez que o outro lado da cama também estava celado, era como se estivesse em qualquer outro lugar, menos no que de fato estava.

Ela não sabia o numero exato de dias que se passaram enquanto se perdera em devaneios que a projetavam em diferentes direções com variações de tempo vertiginosas. Ela ainda era persseguida por fantasmas do passado que agora enchiam linhas fantasmagóricas no papel. Ela se castigava com lembranças que pungiam em seu peito numa dor lancinante que reverberava durante uma eternidade em seu corpo.

Não sendo de uma unica puniçao, lamentava as horas que escorriam sem controle por seus dedos, membros e mente. Ela conseguia colocar-se em inércia no tempo presente enquanto materializava situações hipotéticas tão sólidas que a deixavam feito uma moribunda sem seu último desejo concedido. Encenava diálogos dolorosamente ilusórios.

Nao sabia o que ou como dizer. Ela estava cada vez mais atordoada com essa rotina que se instalara mas sem continuidade nenhuma. A repetição nao era monótona. Era exaustivamente oscilante, com uma variação constante. Ela sabia que nao aguentava mais; estava acabado. Contudo, cada segundo após essa afirmação irrefutável, deixava-a insandecida.

Consumida pela dor, como em um frenesi que só algum dependente químico seria capaz de reconhecer ao dar um basta em sua abstinencia, ela era arrebatada pela carência, consumida pela desejo que a luz daqueles braços lhe direcionavam, num calor que finalmente podia, de fato, suportar ao olhar para o céu incendiado pelas estrelas.

Era como uma lua, presa em uma órbita que girava ignorando a fatítica ida e destruição de seu planeta, rumando apenas a desolação ascendente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s