Estrambótico.

Você vai mas deixa a música que minhas sinapses só trabalham para assimilá-la a você, deixa o cheiro que inebria meu organismo, deixa o gosto de um beijo que não estou pronta para substituir os labios, deixa as roupas nas vitrines que sei serem do seu estilo que tanto gosto, deixa a vontade de te fazer ficar, deixa a esperança infundada de que pode voltar, deixa o meu corpo a te chamar, deixa a lembrança que vai perdurar, deixa minhas declarações, deixa a minha insônia, deixa eu pintar o seu rosto nos outros para alucinar que te vejo, deixa o desejo de que me tenha por inteiro, deixa a minha pele urgir por seu toque, deixa o desespero de que me conheça tão bem quanto eu mesma, deixa a saudade com a tristeza e deixa a desejar, mas deixa o inefável quando mesmo após sua ida, ainda te tenho comigo sem nunca ter tido de fato.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s