Cansaço

Whatever I Feel Like Writing

Na rotina dos meus dias percebo a minha falta de vínculo com o mundo que me cerca. Não há pessoas que me entendam, ou tolerem, ou que eu mesma tenha tolerância para suportar. Sigo desencaixada com os momentos que sucedem ao meu redor.

Tenho amigos, convido para visitar, mas a presença deles me incomoda. Eu me incomodo comigo, com o outro, com o toque, com a conversa. Me cansa. 

Me cansa a despreocupação. Me cansa o papo furado. Me cansa a filosofia gerada por um trago de maconha. Me cansa essa incessante necessidade de querer penetrar minhas barreiras. Me cansa essa ideia errônea que concluem da minha pessoa. Me cansa esse contato íntimo e essa vontade de criar conexões com um mundo que eu não abri para visitações. Me cansa essa curiosidade em saber o que eu penso e quero. Me cansa a divergência de pensamentos. Me cansa a frequência…

Ver o post original 11 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s